Cia. Pedras faz três apresentações no Fringe

"Corda Bamba". Foto: divulgação.

“Corda Bamba”, da Cia Pedras, terá três apresentações em Curitiba. Foto: divulgação.

A Cia Pedras, de Maringá, também marca presença no Festival de Curitiba, na Mostra Fringe. O espetáculo “Corda Bamba” será apresentado nos dias 3, 4 e 5, respectivamente no Largo da Ordem / Cavalo Babão, Praça Osório e Praça de Bolso do Ciclista.

Levando para as ruas a estética circense, o espetáculo adentra questões políticas. Conforme release do grupo: “Corda Bamba é como todos os espetáculos da Cia Pedras: uma pedra, um ponto mutável de resistência.  Encarcerados sempre pela ‘arte para a família toda’ que vivenciamos todos os dias na TV e também, infelizmente, nos palcos, vendo muitas vezes espetáculos enfadonhos sem muito a dizer. Fagulhas de comercialismo sempre presentes na composição das personagens que agradam ‘filhos, pai, mãe, vovó, papagaio e periquito’, às vezes um cuidado excessivo com o cenário, mas sem simbologia aparente – ou, ainda, um descaso total com a produção […],até um intelectualismo vazio para compor um status de teatro para poucos. Estes fatores sempre nos encaminharam para um pensamento de quase 21 anos de Cia Pedras:o que vamos dizer à nossa platéia?”

"Corda Bamba" em apresentação no Teatro Barracão.

“Corda Bamba” em apresentação no Teatro Barracão.

Diante do questionamento, o grupo encabeçado por Iara Ribeiro e Adriano Braga optou por levar os palhaços Pitico e Jurubeba para as ruas. “O jogo lúdico e o ser palhaço emaranham novos pensamentos no público, provocando não a visão de uma estética teórica, mas sim de uma vivência latente das relações entre os seres humanos. Corda Bamba mostra, delicada e ironicamente, o asqueroso praticar do incansável verbo “oprimir”, deixando a vertente  de que o oprimido sempre oferecerá flores, pois acredita que de pétala em pétala conseguirá fazer uma revolução. Uma história aparentemente inocente, mostrando as garras do sistema, inseridas em uma brincadeira ‘nonsense’, em que é preciso enxergar com os olhos da alma”.

Ficha Técnica

Elenco: Adriano Braga e Iara Ribeiro

Direção e texto: Iara Ribeiro

Operadora de Som: Carol Toffanelli

Música: Nicholas Emmanuel

Contra Regra e Assistente de Luz e Som: Albari Santos

Serviço:

Dia 3/4, às 14h no Largo da Ordem – Cavalo Babão

Dia 4/4, às 18h na Praça Osório

Dia 5/4 às 10h na Praça de Bolso do Ciclista


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: